Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :
TUDO SOBRE O MUNDO DIGITAL

Cursos, concursos, artigos, informações, etc.

Home / SEO / Checklist SEO

Checklist SEO

/

A criação de uma checklist SEO é o passo mais importante para aqueles que desejam ser encontrados na web.

Eis um resumo dos principais pontos que você deve analisar ao publicar conteúdo em seu site.

checklist clique

Título

O primeiro item para uma boa checklist SEO é o título, uma das áreas mais importantes de uma página da web, tanto em termos de SEO quanto de cliques nos mecanismos de busca. Com efeito, o título precisa chamar a atenção do pesquisador.

Os títulos são convertidos automaticamente em URLs pelo WordPress. Uma configuração no plugin Yoast SEO pode eliminar automaticamente as palavras da URL. Considere editar manualmente o nome do arquivo para incluir uma palavra-chave diferente do título.

Inclua suas palavras-chave primárias no título, se possível. As palavras que aparecem no início do título recebem mais ênfase do Google. Portanto, insira a palavra-chave mais importante o mais próximo possível do início do título.

Limite o título a menos de 60 caracteres de comprimento. Se for maior ele poderá aparecer truncado nos resultados da pesquisa.

Cabeçalhos

Você pode usar cabeçalhos H1, H2, H3, H4, H5 e H6 em uma página da web.

No entanto sua página da web deve conter apenas um cabeçalho H1. A maioria dos temas do WordPress usa automaticamente H1 para o título da postagem, portanto, não use mais cabeçalhos H1 em seu conteúdo.

Use H2 e H3 de maneira hierárquica. Divida o artigo em seções usando cabeçalhos H2. Se uma seção precisar ser dividida, use os cabeçalhos H3 dentro do H2. 

Enfim, não recomendo usar cabeçalhos H4, H5 ou H6. Alguns temas do WordPress costumam usá-los nas barras laterais e eles recebem pouca atenção dos mecanismos de busca.

Palavras-chave

Outro ponto muito importante e que não pode ficar de fora de uma boa checklist SEO são as palavras-chave.

Quando você escreve conteúdo, não se concentre em uma ou duas palavras-chave. 

Primeiro, escolha um tópico para escrever. O tópico pode ser uma palavra-chave ampla e de nível superior. 

Em seguida, descubra quais palavras-chave e frases devem ser incluídas nesse tópico e tente incorporá-las o máximo possível em sua página web.

Por exemplo, ao escrever um artigo sobre saúde, poderíamos segmentar a palavra-chave “diabetes gestacional”. 

Mas em vez de tentar criar uma página em torno desse termo, seria interessante descobrir quais outras palavras e frases são necessárias para criar um conteúdo com autoridade e confiável.

Então poderíamos incluir palavras como:

Glicose, gravidez, açúcar no sangue, pressão arterial, hipertensão, glicose, gravidez, bebê, nascimento, insulina, teste de tolerância à glicose, diabetes tipo 2, tratamento, etc.

Por fim, ao escrever o conteúdo, seu foco deve estar em todas essas palavras e frases e não apenas em “diabetes gestacional”.

Categorias e Tags

Somente atribua UMA categoria a cada postagem. Se você acha que em sua postagem podem caber duas ou mais, é provável que você tenha escolhido as categorias erradas.

Entretanto, use tags com moderação. Lembre-se que o WordPress cria uma tag page para cada tag usada.

Logo, somente atribua determinada tag a uma postagem se ela for usada para várias postagens. Eu recomendo usar no máximo 3 ou 4 tags por postagem, mas você também pode decidir não usar tags se preferir.

Use tags para criar grupos relacionados nas suas categorias. Categorias e tags devem funcionar juntas e se complementarem.

Por exemplo, eu posso ter uma categoria chamada “Diabetes tipo 2” e tags para “sintomas”, “tratamento” etc.

Imagens

As tags ALT ajudam os visitantes com deficiência visual em seu website e são muito importantes para os mecanismos de busca, por isso esse item não deve ficar de fora de sua checklist SEO. 

Crie tags ALT boas e precisas para suas imagens e procure não inserir palavras-chave nessas tags.

Lembre-se de que as imagens usadas em seu conteúdo podem ser usadas se as pessoas compartilharem tal conteúdo nos canais de mídia social.

Tente incluir uma imagem perto do início da sua página web. É mais provável que os visitantes vejam a imagem e continuem lendo seu conteúdo do que se apenas virem uma parede de texto.

Por isso, otimize suas imagens antes de enviá-las. 

Se o conteúdo da página da Web for carregado dentro de uma “caixa de texto” de 800 pixels de largura e você quiser que a imagem ocupe metade da largura, redimensione a imagem para 400 pixels antes de fazer o upload.

Seja como for, se você tiver um plugin de compactação de imagem como o Smush, use-o.

Execute suas páginas no GTMetrix.com para verificar se alguma imagem está causando atrasos no carregamento.

Meta Descrição

Sempre inclua um trecho descritivo em suas postagens. 

Estes podem ser usados para postar descrições em seu site, mas também a meta descrição da página web. O Google também pode usá-lo como a descrição de sua postagem nos resultados da pesquisa.

Por outro lado, a meta descrição deve ser exclusiva para cada título e complementá-lo.

Imagine seu texto aparecendo como descrição de postagem no Google. Tente criar trechos que atraiam o clique dos pesquisadores.

Links - Vinculando a outro conteúdo

O último ponto que abordo aqui, mas que também é muito importante para qualquer checklist SEO são os links.

A internet foi construída em links. Por isso não tenha receio de se vincular a páginas da web em sites de autoridade usando links dofollow.

Se você criar um link para uma página que não confia, use a tag nofollow.

Vincule também a outras páginas do seu site, quando apropriado. Note como a Wikipedia vincula o conteúdo relacionado em todas as páginas do site. 

Eu não recomendo que você link internamente tanto quanto a Wikipedia, mas, certamente, se você tem conteúdo relevante para se referir em um artigo, link para ele. 

Inegavelmente, esse tipo de link interno é a única maneira aceitável de obter um texto âncora rico em palavra-chave em um link para seu próprio conteúdo.

O plugin CI Backlinks é uma ótima maneira de automatizar isso de maneira natural.

Da mesma forma use o YARPP ou um plugin semelhante para fornecer links relevantes para o conteúdo relacionado.

Checklist SEO

Em resumo, os itens constantes nessa checklist SEO trás alguns dos principais pontos a serem analisados por quem deseja ser encontrado com facilidade nas pesquisas do Google. 

Use-os em todas as suas postagens para obter uma boa colocação nos mecanismos de busca.

Cursos Online para Concursos

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *